Mensagem do Presidente da República

A obra de Maluda oferece-nos um Portugal em festa, que a pintora soube celebrar através das cores vibrantes com que retratou paisagens, janelas, portas e quiosques, imagens que se tornaram familiares a todos os Portugueses.

Para falar de Maluda é essencial referir a sua extraordinária capacidade de fixar a luz de Lisboa ou as tonalidades da paisagem alentejana. Mas a obra de Maluda é muito maior do que o imaginário urbano. Maluda foi também uma exímia retratista, estando presente em inúmeras colecções de arte, públicas e privadas.

É, pois, de enorme justiça que, quando se comemora uma década sobre o seu prematuro desaparecimento, seja editada esta obra que nos aviva a memória sobre o percurso de uma artista que nasceu em Goa, que cresceu em Moçambique e que estudou em Paris, mas que pintou o seu país, Portugal, de uma forma única e irrepetível.

Aníbal Cavaco Silva

Presidente da República Portuguesa

Mensagem a incluir no livro “Maluda”, que irá ser publicado em Novembro de 2008 e que conta com o seu Alto Patrocínio.

altopatroc_pr2p.jpg

Comments are closed.

"Os quadros de Maluda são um hino, um louvor à vida, ou seja à construção do abrigo humano". Maria Helena Vieira da Silva