Separador RTP2 n.6 – Álvaro Cunhal

“> 

Separador RTP2 n.5 – Mário Soares

“>

Separador RTP2 n.3 – Olhão

“>

Separador RTP2 n.2 – Auto-retrato

“>

Separador RTP2 n.1 – Aquilino Ribeiro

Semana Maluda na RTP 2

Na semana de 9 a 15 de Fevereiro a RTP2 assinala os 10 anos da morte da pintora Maluda. Durante essa semana, os separadores de canal serão inspirados na obra da pintora. Não se trata de “reproduções” nem de “adaptações”, mas sim de um encontro criativo entre o que Maluda nos deixou e o design específico de televisão. A música será um encontro entre Erik Satie e o jingle da RTP 2. Siga com atenção a emissão da RTP2 ao longo desses dias.

No dia 11, às 19h45, o programa infantil Zig Zag será sobre a vida de Maluda.

Capa de “Fados”, de Carlos Zel e Rosa Lobato de Faria

Capa para o album “Fados” de Carlos ZelBMG Ariola, 1993Original: Óleo sobre telacarlos zelFado MaludaFado MaludaLetra de Rosa Lobato de FariaNasceu guardiã dos sonhosTem a magia nos olhosTraz os segredos na mãoTorna Lisboa mais belaQuando pinta uma janelaLogo se abre o coraçãoTorna Lisboa mais belaQuando pinta uma janelaLogo se abre o coraçãoSão quiosques, são telhadosE há pardais alucinadosEmbriagados no TejoE uma cegonha perdidaConfusa, pediu guaridaNuma tela de Além TejoE uma cegonha perdidaConfusa, pediu guaridaNuma tela de Além TejoTonalidades secretasAzuis de Prússia, violetasArdências de chão queimadoE onde a noite princípiaPara não morrer a magiaPousa os pincéis, canta o fadoE onde a noite principiaPara não morrer a magiaPousa os pincéis, canta o fadoFado incluído no album “Fados”, de Carlos ZelLetra: Rosa Lobato de FariaMúsica: Carlos da Maia© BMG Ariola, 1993

Quadros de Maluda em livro

lancamento-maluda-peq.jpg

O professor e crítico de arte José–Augusto França caracterizou ontem como “notável” a monografia sobre a pintora Maluda, apresentada no Museu da Presidência da República, perante mais de cem convidados. O livro reproduz cerca de 500 trabalhos da artista.“Maluda e eu vimos muita pintura juntos e discutimos muito”, disse o professor universitário jubilado ao CM, referindo-se ao período em que a pintora foi bolseira em Paris, na década de 60.

Intitulada ‘Maluda’, a monografia dedicada à artista falecida em 1999 foi elaborada por Maria de Lourdes Simões de Carvalho (biografia) e Jorge Rodrigues Baptista (obra artística), sob a coordenação de Carlos Ribeiro, o sobrinho da pintora.

Notícia aqui.

Maluda no YouTube

Livro “Maluda”

maluda_capa.jpg

Para os visitantes deste blog mais curiosos, disponibilizamos aqui (temporariamente) uma versão virtual do livro “Maluda”, que vai ser lançado no próximo dia 19 de Novembro no Museu da Presidência da República, no Palácio de Belém, e que foi distinguido com o Alto Patrocínio do Presidente da República.

O livro assinala a passagem do décimo aniversário do desaparecimento de Maluda e reúne a quase totalidade do seu imenso legado artístico, entre paisagens, janelas, quiosques, retratos, desenhos, selos, posters, logos e muitas obras até agora inéditas. Prefaciado pelo Professor José-Augusto França, é fruto do trabalho de uma equipa de investigadores que, numa operação inédita no panorama editorial nacional, durante vários anos se dedicou à localização, catalogação, registo fotográfico e a um profundo estudo da sua obra.

Para visualizar a obra basta abrir este link: LIVRO MALUDA

O virar de página é feito colocando o cursor sobre o canto inferior direito da página e fazendo clique sobre o levantar de página. Advertimos que a leitura por vezes pode ser um pouco lenta, dado que são 400 páginas com reproduções de cerca de 500 obras.

"Os quadros de Maluda são um hino, um louvor à vida, ou seja à construção do abrigo humano". Maria Helena Vieira da Silva